Oração a que faltam joelhos


Oração a que faltam joelhos, do Jacinto Lucas Pires, é um livro em que as personagens misturam-se, as situações surgem e resolvem-se, tudo com uma ligeira aura surreal.

Serpente do meu paraíso


Entre corações partidos e entranhas que se derramaram, deixo-me simplesmente ficar. Por onde andei? De onde vim e para aonde vou? Sei que estou, mas e daí?

Exercícios de Escrita: Cupid Carries a Gun


Yves Tanguy sorriu, imitou Marilyn Manson e gostou. Não, odiou! Não sei como alguém pode gostar daquele gajo, se bem que Cupid Carries a Gun é espetacular. É mesmo boa.

O Paradoxo da Liberdade Perfeita

O Paradoxo da Liberdade Perfeita

Excerto do romance “O Hospital Psiquiátrico”, escrito por Eduardo Fernandes. A derradeira vantagem de se estar no fundo do poço é a liberdade de saber que já não se pode descer mais. Quando não temos mais nada a perder, qualquer receio, vergonha ou sentimento-travão...

read more
A Cidade dos Selvagens

A Cidade dos Selvagens

Contos pós-apocalípticos fascinam-me. De vírus mortais a mísseis nucleares, sejam zombies canibais ou saqueadores em carros feitos a partir de sucata, adoro o tema. Por isso mesmo não foi muito devidi ler a Cidade dos Selvagens escrito por Lee Kelly.

read more
Recomeço

Recomeço

Recomeço, odeio essa palavra. É uma palavra covarde. É uma palavra mentirosa. É a palavra que marca a minha geração e que vai marcar as gerações do futuro.

read more
O Sonho da Candelária

O Sonho da Candelária

Não consigo dormir. Cheirei cola demais e ainda estou a sentir a ressaca. Tinha que comemorar, afinal é meu aniversário. Acabei de completar doze anos. Acabei de matar pela primeira vez. Foi o meu presente, o único que alguma vez recebi. Ainda letárgico, sinto o corpo...

read more

Subscreve o blog

* indicates required

No Goodreads